Madeirada News

Vídeo Terror, idosa sequestrada por divida de filho, é ameaçada em vídeo enviado a família em Goiás

Mãe e ex-cunhada de empresário que deve R$ 9 milhões foram sequestradas em Anápolis. Carro usado em fuga foi deixado na Estrutural
Vídeo  Terror, idosa sequestrada por divida de filho, é ameaçada em vídeo enviado a família em Goiás
1070

Vídeo Terror, idosa sequestrada por divida de filho, é ameaçada em vídeo enviado a família em Goiás

Os sequestradores da mãe e da ex-cunhada de um empresário de Anápolis (GO) mandaram áudios e vídeos para os familiares das vítimas para tentar negociar a liberação das mulheres. Elas foram mantidas em cativeiro no último fim de semana em Águas Lindas (GO), no Entorno do DF, e Cabeceira Grande (MG). Os suspeitos chegaram a passar pelo Distrito Federal.

Nos áudios, eles pedem ao empresário para que não envolva a polícia nas tratativas: “Se essa polícia aparecer na minha frente, eu já estou com um caminhão de crime aqui, irmão. Um ‘homicidiozinho’ é pouca coisa pra mim, tá?”, diz um dos homens.

Em seguida, coloca uma das vítimas para falar com o empresário. “Fala com ele aí numa boa para ele pagar nós, minha senhora. Eu estou te tratando bem e ele está fazendo gracinha. Tá tentando achar nós (sic). É só ele pagar”, acrescentou.

Neste momento, a mãe do empresário pede: “Filho, você fala pro ‘Claudio’ imediatamente pagar os povo (sic) aqui que pegou eu, viu? Não é brincadeira, não. Ele disse que se não pagar, vai me matar.”

As vítimas, de 31 e 68 anos, foram levadas na manhã do sábado (30/11/2019). Elas foram mantidas em dois cativeiros, o primeiro, em Águas Lindas (GO). O segundo, em Cabeceira Grande (MG). A suspeita da polícia é que o sequestro tenha sido motivado por uma dívida do empresário.

As buscas dos policiais começaram depois que a primeira mulher, de 31 anos, foi sequestrada na porta do apartamento onde mora, às 8h30, de sábado. Em seguida, a idosa acabou rendida em uma feira em Anápolis. No primeiro cativeiro, em Águas Lindas, havia um pequeno colchão, mantimentos, braçadeiras de nylon e medicamento para sedação.

 Os policiais invadiram o local, mas não havia mais ninguém. Em seguida, a equipe localizou o veículo usado pelos sequestradores em Brasília, por volta das 20h30, no SCIA, trecho 02, em via pública da Cidade Estrutural.

 Devido à suspeita de haver explosivos no interior do carro, foi solicitado o apoio de equipes da Polícia Militar do DF, mas não foi localizado nenhum artefato explosivo. Contudo, no interior do veículo havia 28 munições calibre 38, intactas.

Na busca pelas reféns, os policiais de Anápolis seguiram as pistas e chegaram ao segundo cativeiro, em uma fazenda no município de Cabeceira Grande (MG).

As vítimas foram resgatadas sem ferimentos e entregues à família na manhã de domingo (01/12/2019). Os sequestradores, no entanto, fugiram pela mata.

OUVIR NOTÍCIA

Os sequestradores da mãe e da ex-cunhada de um empresário de Anápolis (GO) mandaram áudios e vídeos para os familiares das vítimas para tentar negociar a liberação das mulheres. Elas foram mantidas em cativeiro no último fim de semana em Águas Lindas (GO), no Entorno do DF, e Cabeceira Grande (MG). Os suspeitos chegaram a passar pelo Distrito Federal.

Nos áudios, eles pedem ao empresário para que não envolva a polícia nas tratativas: “Se essa polícia aparecer na minha frente, eu já estou com um caminhão de crime aqui, irmão. Um ‘homicidiozinho’ é pouca coisa pra mim, tá?”, diz um dos homens.

Em seguida, coloca uma das vítimas para falar com o empresário. “Fala com ele aí numa boa para ele pagar nós, minha senhora. Eu estou te tratando bem e ele está fazendo gracinha. Tá tentando achar nós (sic). É só ele pagar”, acrescentou.

Neste momento, a mãe do empresário pede: “Filho, você fala pro ‘Claudio’ imediatamente pagar os povo (sic) aqui que pegou eu, viu? Não é brincadeira, não. Ele disse que se não pagar, vai me matar.”

As vítimas, de 31 e 68 anos, foram levadas na manhã do sábado (30/11/2019). Elas foram mantidas em dois cativeiros, o primeiro, em Águas Lindas (GO). O segundo, em Cabeceira Grande (MG). A suspeita da polícia é que o sequestro tenha sido motivado por uma dívida do empresário.

As buscas dos policiais começaram depois que a primeira mulher, de 31 anos, foi sequestrada na porta do apartamento onde mora, às 8h30, de sábado. Em seguida, a idosa acabou rendida em uma feira em Anápolis. No primeiro cativeiro, em Águas Lindas, havia um pequeno colchão, mantimentos, braçadeiras de nylon e medicamento para sedação.

 Os policiais invadiram o local, mas não havia mais ninguém. Em seguida, a equipe localizou o veículo usado pelos sequestradores em Brasília, por volta das 20h30, no SCIA, trecho 02, em via pública da Cidade Estrutural.

 Devido à suspeita de haver explosivos no interior do carro, foi solicitado o apoio de equipes da Polícia Militar do DF, mas não foi localizado nenhum artefato explosivo. Contudo, no interior do veículo havia 28 munições calibre 38, intactas.

Na busca pelas reféns, os policiais de Anápolis seguiram as pistas e chegaram ao segundo cativeiro, em uma fazenda no município de Cabeceira Grande (MG).

As vítimas foram resgatadas sem ferimentos e entregues à família na manhã de domingo (01/12/2019). Os sequestradores, no entanto, fugiram pela mata.

Comentários

Quer mais artigos e as newsletters editoriais no seu e-mail?

Receba as notícias do dia e os alertas de última hora.
[CARREGANDO...]

Confira mais Notícias

Denúncia
Meu filho quase morreu, diz mãe ao não conseguir atendimento medico em Valparaíso
Meu filho quase morreu, diz mãe ao não conseguir atendimento medico em Valparaíso
VISUALIZAR
Policial
Polícia Procura autor de chacina após cavalgada no Pedregal
Polícia Procura autor de chacina após cavalgada no Pedregal
VISUALIZAR
Política
Milhares de peixes-pênis fizeram desaparecer a areia da praia de Drakes Beach, no litoral da...
Milhares de peixes-pênis fizeram desaparecer a areia da praia de Drakes Beach, no litoral da Califórnia (EUA)
VISUALIZAR
Policial
Herói ou bandido? Suspeito de espancar, castrar e esfaquear homem em Ceilândia é preso
Herói ou bandido? Suspeito de espancar, castrar e esfaquear homem em Ceilândia é preso
VISUALIZAR
Política
Com discurso intrepido, a pré-candidata a prefeita de Novo Gama Katia Oliveira começa a...
Com discurso intrepido, a pré-candidata a prefeita de Novo Gama Katia Oliveira começa a ganhar espaço na política local
VISUALIZAR
Policial
PCDF mira empresários suspeitos de fraudar licitações
PCDF mira empresários suspeitos de fraudar licitações
VISUALIZAR
Fale com a redação!

Encaminhe sua mensagem, assim que possível estaremos te respondendo ;)