Madeirada News

Traficante enganava usuários misturando drogas e comprimidos anti-HIV

Cinco pessoas foram detidas pela PCDF, todas suspeitas de integrar rede de tráfico de entorpecentes em Sobradinho
Traficante enganava usuários misturando drogas e comprimidos anti-HIV
2179

Traficante enganava usuários misturando drogas e comprimidos anti-HIV

Cinco pessoas suspeitas de integrar rede de traficantes em Sobradinho foram presas pela Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF). As detenções ocorreram em datas distintas e começaram na semana passada, quando a 35ª Delegacia de Polícia (Sobradinho II) deflagrou operação de combate ao tráfico de drogas na cidade.

Nessa terça-feira (17/09/2019), um dos suspeitos, identificado como Tom, foi preso após ser flagrado vendendo drogas no apartamento onde morava. Após observar a intensa movimentação no local, os investigadores decidiram confrontá-lo. Então, encontraram os entorpecentes na residência.

A PCDF diz ter descoberto no apartamento de Tom quantidade de cocaína avaliada em quase R$ 5 mil. Além disso, havia R$ 727 em espécie, uma balança de precisão e dois frascos de comprimidos do coquetel anti-HIV.

Lucratividade
De acordo com o delegado-chefe da 35ª DP, Laércio de Carvalho, o medicamento era misturado às drogas para dar maior lucratividade ao traficante. “Para aumentar os lucros, o criminoso triturava esses comprimidos e misturava na cocaína, dobrando o lucro, enganando os viciados”, destacou o policial
 

OUVIR NOTÍCIA

Cinco pessoas suspeitas de integrar rede de traficantes em Sobradinho foram presas pela Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF). As detenções ocorreram em datas distintas e começaram na semana passada, quando a 35ª Delegacia de Polícia (Sobradinho II) deflagrou operação de combate ao tráfico de drogas na cidade.

Nessa terça-feira (17/09/2019), um dos suspeitos, identificado como Tom, foi preso após ser flagrado vendendo drogas no apartamento onde morava. Após observar a intensa movimentação no local, os investigadores decidiram confrontá-lo. Então, encontraram os entorpecentes na residência.

A PCDF diz ter descoberto no apartamento de Tom quantidade de cocaína avaliada em quase R$ 5 mil. Além disso, havia R$ 727 em espécie, uma balança de precisão e dois frascos de comprimidos do coquetel anti-HIV.

Lucratividade
De acordo com o delegado-chefe da 35ª DP, Laércio de Carvalho, o medicamento era misturado às drogas para dar maior lucratividade ao traficante. “Para aumentar os lucros, o criminoso triturava esses comprimidos e misturava na cocaína, dobrando o lucro, enganando os viciados”, destacou o policial
 

Comentários

Quer mais artigos e as newsletters editoriais no seu e-mail?

Receba as notícias do dia e os alertas de última hora.
[CARREGANDO...]

Confira mais Notícias

Trânsito
Moradores do Entorno enfrentam verdadeiro calvário no transporte público
Moradores do Entorno enfrentam verdadeiro calvário no transporte público
VISUALIZAR
Policial
Filho é preso junto com mãe acusado de participar da morte do pai em Luziânia
Filho é preso junto com mãe acusado de participar da morte do pai em Luziânia
VISUALIZAR
Policial
Bandido morre em confronto com o GPT de Luziânia
Bandido morre em confronto com o GPT de Luziânia
VISUALIZAR
Política
Diego Sorgato, um Tucano vestido de Democrata !
Diego Sorgato, um Tucano vestido de Democrata !
VISUALIZAR
Política
Bolsonaro assina MP que concede 13º pagamento do Bolsa Família
Bolsonaro assina MP que concede 13º pagamento do Bolsa Família
VISUALIZAR
Política
Prefeito de Luziânia é acusado de assédio sexual por sete mulheres
Prefeito de Luziânia é acusado de assédio sexual por sete mulheres
VISUALIZAR
Fale com a redação!

Encaminhe sua mensagem, assim que possível estaremos te respondendo ;)