Madeirada News

MENU
Logo
Terça, 04 de agosto de 2020
Publicidade
Publicidade

Educação

Saiu o calendário de volta às aulas nas escolas públicas do DF. Confira

Metade dos estudantes de cada turma irá ao colégio presencialmente em uma semana

1550
Publicidade
Publicidade
Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

A Secretaria de Educação divulgou, nesta segunda-feira (13/7), o cronograma para a retomada das atividades presenciais na rede pública de ensino do DF. De acordo com a pasta, a previsão é que o primeiro grupo de estudantes volte para as salas no dia 31 de agosto.

Os primeiros alunos a regressarem serão os da Educação de Jovens e Adultos (EJA) e os da Educação Profissional. Em 8 de setembro, será a vez dos matriculados no ensino médio.

No dia 14 de setembro, retornam os estudantes dos anos finais do ensino fundamental, incluindo a Escola do Parque da Cidade – Proem. Em 21 de setembro, voltam os anos iniciais, incluindo a Escola Meninos e Meninas do Parque.

Para a educação infantil, a retomada está marcada para 28 de setembro, enquanto que para os centros de ensino especial, a Educação Precoce e as classes especiais, as atividades presenciais estão previstas para 5 de outubro.

Os centros interescolares de línguas continuarão tendo atividades exclusivamente remotas.

Confira o calendário

  • 31 de agosto: início das aulas presenciais da Educação de Jovens e Adultos (EJA) e da Educação Profissional;
  • 8 de setembro: início das aulas do ensino médio;
  • 14 de setembro: início das aulas dos anos finais do ensino fundamental, incluindo a Escola Parque da Cidade (Proem);
  • 21 de setembro: início das aulas dos anos iniciais do ensino fundamental, incluindo a Escola Meninos e Meninas do Parque;
  • 28 de setembro: início das aulas da educação infantil;
  • 5 de outubro: início das aulas do ensino especial, educação precoce e classes especiais.
Rotina

Para manter o distanciamento social, a Secretaria de Educação optou por um modelo híbrido. Metade dos estudantes de cada turma irá à escola presencialmente em uma semana, enquanto os demais farão atividades virtuais ou impressas – no caso daqueles que não tiverem acesso. Na semana seguinte, o sistema será invertido. A alternância irá até o fim do ano letivo, em janeiro.

Comentários:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Encaminhe sua mensagem, assim que possível estaremos te respondendo ;)