Madeirada News

Preso suspeito de feminicídio contra a própria mãe, idosa de 62 anos em Goiás

pare o mundo que eu quero descer

As equipes de policiais civis da Delegacia de Polícia (DP) de Pires do Rio, em ação conjunta com o batalhão da Polícia Militar, prenderam nessa segunda-feira 10 Romar Sardinha da Silva, de 38 anos.
Romar é investigado pelo homicídio de sua própria mãe, idosa de 62 anos, que foi brutalmente espancada pelo filho no dia 6 de abril deste ano. A vítima faleceu no HUGO, em Goiânia, no dia 10 de abril, devido às agressões sofridas. O suspeito já havia sido preso em 2012 por agredi-la, em Itaberaí, e por tentar estuprá-la, em Pires do Rio.

Após o crime, o autor fugiu para Cocalinho, no estado de Mato Grosso, onde, segundo consta, cometeu novo homicídio ao assassinar D. R. G., 56 anos, com golpes de faca, na fazenda onde trabalhavam. Em seguida, voltou para Itaberaí.

A Delegacia de Polícia (DP) de Pires do Rio, no curso das investigações, representou pela prisão preventiva do autor, o que foi deferido com celeridade pelo Poder Judiciário da comarca. Com o mandado de prisão expedido, o autor foi preso em Itaberaí com o auxílio da Polícia Militar e logo após recambiado para Pires do Rio.

O investigado foi interrogado, ocasião em que admitiu a prática de ambos os homicídios, e foi encaminhado ao presídio à disposição da Justiça. O inquérito policial será concluído nos próximos dias, com o indiciamento de Romar Sardinha pelo crime de feminicídio, cuja pena varia de 12 a 30 anos de prisão.

  • Compartilhe
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no WhatsApp

Preso suspeito de feminicídio contra a própria mãe, idosa de 62 anos em Goiás

As equipes de policiais civis da Delegacia de Polícia (DP) de Pires do Rio, em ação conjunta com o batalhão da Polícia Militar, prenderam nessa segunda-feira 10 Romar Sardinha da Silva, de 38 anos.
Romar é investigado pelo homicídio de sua própria mãe, idosa de 62 anos, que foi brutalmente espancada pelo filho no dia 6 de abril deste ano. A vítima faleceu no HUGO, em Goiânia, no dia 10 de abril, devido às agressões sofridas. O suspeito já havia sido preso em 2012 por agredi-la, em Itaberaí, e por tentar estuprá-la, em Pires do Rio.

Após o crime, o autor fugiu para Cocalinho, no estado de Mato Grosso, onde, segundo consta, cometeu novo homicídio ao assassinar D. R. G., 56 anos, com golpes de faca, na fazenda onde trabalhavam. Em seguida, voltou para Itaberaí.

A Delegacia de Polícia (DP) de Pires do Rio, no curso das investigações, representou pela prisão preventiva do autor, o que foi deferido com celeridade pelo Poder Judiciário da comarca. Com o mandado de prisão expedido, o autor foi preso em Itaberaí com o auxílio da Polícia Militar e logo após recambiado para Pires do Rio.

O investigado foi interrogado, ocasião em que admitiu a prática de ambos os homicídios, e foi encaminhado ao presídio à disposição da Justiça. O inquérito policial será concluído nos próximos dias, com o indiciamento de Romar Sardinha pelo crime de feminicídio, cuja pena varia de 12 a 30 anos de prisão.

Inscreva-se Newsletter

Inscreva-se em nossa newsletter e receba em primeira mão nossas novidades!
[CARREGANDO...]

Publicidade