Madeirada News

Preso suspeito de espancar e matar idoso durante assalto no DF

Criminoso foi surpreendido por policiais militares no momento em que deixava a casa da namorada. Ele nega envolvimento nas agressõ


A Polícia Militar do Distrito Federal prendeu um dos suspeitos de envolvimento em um crime bárbaro que tirou a vida de um senhor de 80 anos, em Sobradinho. A vítima, Altair Pereira da Silva, teve a casa invadida por três criminosos. Ele foi torturado a pauladas e chegou a ser internado, mas morreu cerca de 15 dias depois. O preso é João Pedro de Morais da Cruz, de 18 anos. Os outros envolvidos seguem foragidos. O caso ocorreu no dia 22 de novembro e é tratado como latrocínio (roubo seguido de morte).

João Pedro foi preso na noite dessa quarta-feira (9), na Chácara Buritis de Sobradinho II, com apoio do serviço velado da PMDF. Ele deixava a casa da namorada a bordo de uma bicicleta quando foi surpreendido pelos policiais. “Ele tentou esboçar uma fuga, mas o capturamos facilmente”, contou o tenente Marcelo de Oliveira, que participou da ação. João já havia sido preso antes pelo crime, mas foi solto logo depois por falta de mandado de prisão. Desta vez, o documento foi prontamente expedido. Ele já tinha passagens por furto, roubo e porte e uso de drogas quando menor.

Durante a prisão, o suspeito não informou o motivo de o bando ter sido tão violento com a vítima. “Ele só dizia não ter participado das agressões. Apenas que estava no local com os demais. Disse que não bateu no idoso”, relatou o tenente Marcelo. Imagens registradas por câmeras de segurança de uma casa mostram o momento em que o trio foge a pé, exatamente às 21h59 do dia 22 de novembro de 2018.


  • Compartilhe
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no WhatsApp

Preso suspeito de espancar e matar idoso durante assalto no DF

A Polícia Militar do Distrito Federal prendeu um dos suspeitos de envolvimento em um crime bárbaro que tirou a vida de um senhor de 80 anos, em Sobradinho. A vítima, Altair Pereira da Silva, teve a casa invadida por três criminosos. Ele foi torturado a pauladas e chegou a ser internado, mas morreu cerca de 15 dias depois. O preso é João Pedro de Morais da Cruz, de 18 anos. Os outros envolvidos seguem foragidos. O caso ocorreu no dia 22 de novembro e é tratado como latrocínio (roubo seguido de morte).

João Pedro foi preso na noite dessa quarta-feira (9), na Chácara Buritis de Sobradinho II, com apoio do serviço velado da PMDF. Ele deixava a casa da namorada a bordo de uma bicicleta quando foi surpreendido pelos policiais. “Ele tentou esboçar uma fuga, mas o capturamos facilmente”, contou o tenente Marcelo de Oliveira, que participou da ação. João já havia sido preso antes pelo crime, mas foi solto logo depois por falta de mandado de prisão. Desta vez, o documento foi prontamente expedido. Ele já tinha passagens por furto, roubo e porte e uso de drogas quando menor.

Durante a prisão, o suspeito não informou o motivo de o bando ter sido tão violento com a vítima. “Ele só dizia não ter participado das agressões. Apenas que estava no local com os demais. Disse que não bateu no idoso”, relatou o tenente Marcelo. Imagens registradas por câmeras de segurança de uma casa mostram o momento em que o trio foge a pé, exatamente às 21h59 do dia 22 de novembro de 2018.

Inscreva-se Newsletter

Inscreva-se em nossa newsletter e receba em primeira mão nossas novidades!
[CARREGANDO...]

Parceiros

Publicidade