Madeirada News

Passageiro que sobreviveu ao acidente entre ônibus e caminhão com três mortos diz que segurou a filha no colo:

Segundo a Polícia Civil, o tacógrafo do ônibus foi localizado e pode indicar a velocidade do veículo no momento do acidente.
Passageiro que sobreviveu ao acidente entre ônibus e caminhão com três mortos diz que segurou a filha no colo:
2724

Passageiro que sobreviveu ao acidente entre ônibus e caminhão com três mortos diz que segurou a filha no colo:

site G1

O porteiro Francisco Souza Rodrigues era passageiro do ônibus que se envolveu no acidente com um caminhão em Porangatu, no sábado (1º). Ele conta que o motorista “corria demais” e que no momento do acidente foi arremessado para fora do veículo. A batida deixou três pessoas mortas e 30 feridos.

 “O motorista corria demais na estrada. Na hora do acidente, só pensei em segurar minha filha de três anos no colo. Quando vi, fui jogado para outro lado do mato, e ela estava no meu colo o tempo todo. Quando caí, joguei ela no chão”, relata o porteiro.

 A investigação conduzida pela Polícia Civil de Porangatu localizou o tacógrafo do ônibus. O delegado André Medeiros, responsável pelo caso, diz que o objeto está sendo analisado por peritos. "As informações dele [tacógrafo] serão anexadas no laudo que deve ficar pronto ainda esta semana", explica Medeiros.

O motorista do ônibus alegou em depoimento na polícia que não teve culpa e que pode ter havido uma falha mecânica no veículo. Ele foi liberado para responder em liberdade por homicídio culposo e lesão corporal, segundo o delegado Medeiros.

A batida entre os veículos causou a morte de dois homens que estavam no caminhão e de uma passageira do ônibus. Dos 30 feridos, cinco deles seguem internados no Hospital Governador Otávio Lage (Hugol) até esta segunda-feira (3).

Em estado considerado mais grave, Rodrigo Batista de Jesus encontra-se na UTI da unidade de saúde, com o estado geral grave e respirando com a ajuda de aparelhos, conforme informações do boletim médico divulgado às 17h20 de segunda-feira.

O paciente Jairo Cardoso da Silva também está na UTI, com o estado geral regular, consciente e respirando espontaneamente. Duas adolescentes e uma mulher também têm estado geral regular, estão consciente e respiram sem aparelhos, mas não estão no leito especial.

 

Superlotação

 Segundo o registro da PRF, o ônibus que saiu de São Luís do Maranhão com destino a Brasília, no DF, transportava 56 pessoas quando invadiu a pista contrária e colidiu com o caminhão. Uma passageira do ônibus que se identificou como Luzinete disse em um vídeo que o ônibus estava superlotado.

 "Tinha passageiro até no bagageiro do ônibus", relata a mulher, que saiu de São Luís, no Maranhão, para Brasília, no Distrito Federal.

 O autônomo Hamilton Lucena, de 47 aos, morador de Novo Gama, no Entorno do Distrito Federal, disse que seu filho de 16 anos viajava no bagageiro do ônibus. O jovem foi atendido no hospital e liberado após exames constatarem um dedo quebrado.

 "É um absurdo colocar meu filho adolescente para viajar no bagageiro. Disseram para ele que o ônibus estava cheio e tinha um colchão lá, que ele poderia ir dormindo. Eu nem sabia disso", relata o pai.

 Sobre a superlotação denunciada por passageiros, o investigador disse que a responsabilidade pelas pessoas que viajaram no bagageiro é do motorista.

OUVIR NOTÍCIA

O porteiro Francisco Souza Rodrigues era passageiro do ônibus que se envolveu no acidente com um caminhão em Porangatu, no sábado (1º). Ele conta que o motorista “corria demais” e que no momento do acidente foi arremessado para fora do veículo. A batida deixou três pessoas mortas e 30 feridos.

 “O motorista corria demais na estrada. Na hora do acidente, só pensei em segurar minha filha de três anos no colo. Quando vi, fui jogado para outro lado do mato, e ela estava no meu colo o tempo todo. Quando caí, joguei ela no chão”, relata o porteiro.

 A investigação conduzida pela Polícia Civil de Porangatu localizou o tacógrafo do ônibus. O delegado André Medeiros, responsável pelo caso, diz que o objeto está sendo analisado por peritos. "As informações dele [tacógrafo] serão anexadas no laudo que deve ficar pronto ainda esta semana", explica Medeiros.

O motorista do ônibus alegou em depoimento na polícia que não teve culpa e que pode ter havido uma falha mecânica no veículo. Ele foi liberado para responder em liberdade por homicídio culposo e lesão corporal, segundo o delegado Medeiros.

A batida entre os veículos causou a morte de dois homens que estavam no caminhão e de uma passageira do ônibus. Dos 30 feridos, cinco deles seguem internados no Hospital Governador Otávio Lage (Hugol) até esta segunda-feira (3).

Em estado considerado mais grave, Rodrigo Batista de Jesus encontra-se na UTI da unidade de saúde, com o estado geral grave e respirando com a ajuda de aparelhos, conforme informações do boletim médico divulgado às 17h20 de segunda-feira.

O paciente Jairo Cardoso da Silva também está na UTI, com o estado geral regular, consciente e respirando espontaneamente. Duas adolescentes e uma mulher também têm estado geral regular, estão consciente e respiram sem aparelhos, mas não estão no leito especial.

 

Superlotação

 Segundo o registro da PRF, o ônibus que saiu de São Luís do Maranhão com destino a Brasília, no DF, transportava 56 pessoas quando invadiu a pista contrária e colidiu com o caminhão. Uma passageira do ônibus que se identificou como Luzinete disse em um vídeo que o ônibus estava superlotado.

 "Tinha passageiro até no bagageiro do ônibus", relata a mulher, que saiu de São Luís, no Maranhão, para Brasília, no Distrito Federal.

 O autônomo Hamilton Lucena, de 47 aos, morador de Novo Gama, no Entorno do Distrito Federal, disse que seu filho de 16 anos viajava no bagageiro do ônibus. O jovem foi atendido no hospital e liberado após exames constatarem um dedo quebrado.

 "É um absurdo colocar meu filho adolescente para viajar no bagageiro. Disseram para ele que o ônibus estava cheio e tinha um colchão lá, que ele poderia ir dormindo. Eu nem sabia disso", relata o pai.

 Sobre a superlotação denunciada por passageiros, o investigador disse que a responsabilidade pelas pessoas que viajaram no bagageiro é do motorista.

Fonte

site G1

Comentários

Quer mais artigos e as newsletters editoriais no seu e-mail?

Receba as notícias do dia e os alertas de última hora.
[CARREGANDO...]

Confira mais Notícias

Policial
Jovem é alvejado com cinco tiros na manhã desta quarta-feira em Valparaíso
Jovem é alvejado com cinco tiros na manhã desta quarta-feira em Valparaíso
VISUALIZAR
Política
Confirmado primeiro caso de coronavírus no Brasil
Confirmado primeiro caso de coronavírus no Brasil
VISUALIZAR
Política
Brasilia em Alerta-Hran tem caso suspeito de Coronavírus; paciente está isolado
Brasilia em Alerta-Hran tem caso suspeito de Coronavírus; paciente está isolado
VISUALIZAR
Policial
Professora acaba de ser assinada a tiros pelo seu ex-marido no bairro Sol Nascente,
Professora acaba de ser assinada a tiros pelo seu ex-marido no bairro Sol Nascente,
VISUALIZAR
Policial
Jovem é assassinado dentro do local de trabalho no Lago Azul
Jovem é assassinado dentro do local de trabalho no Lago Azul
VISUALIZAR
Política
EM VALPARAÍSO, CADÊ O DINHEIRO QUE ESTAVA AQUI???
EM VALPARAÍSO, CADÊ O DINHEIRO QUE ESTAVA AQUI???
VISUALIZAR
Fale com a redação!

Encaminhe sua mensagem, assim que possível estaremos te respondendo ;)