Madeirada News

MENU
Logo
Sexta, 03 de julho de 2020
Publicidade
Publicidade

Policial

DF: homem de 23 anos morre após levar tiro na cabeça

Andrey de Lima Alves foi levado para o Hospital Regional de Sobradinho (HRS), inconsciente e instável, e não resistiu

2333
Publicidade
Publicidade
Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Um homem de 23 anos levou um tiro na cabeça, nessa segunda-feira (14/10/2019), em frente a uma casa no Conjunto 11 da Quadra 19, mesma rua da rodoviária de Sobradinho. Segundo informações do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF), a vítima foi identificada como Andrey de Lima Alves.

Ele recebeu atendimento no local e foi transportado para o Hospital Regional de Sobradinho (HRS), inconsciente e instável. De acordo com a Polícia Civil, a vítima não resistiu ao ferimento. O crime ocorreu por volta das 22h25. A corporação atendeu a ocorrência com duas viaturas e nove militares. As polícias Militar e Civil foram acionadas para a ocorrência.

Dados no DF

Motoristas de aplicativos executados de forma brutal, morte em posto de combustível, latrocínio na porta de supermercado, feminicídios e padre estrangulado no quintal da igreja. A onda de assassinatos registrados na capital do país nos últimos dias assustou a população e fez até o governador Ibaneis Rocha (MDB) pedir desculpas pela violência crescente.

A sensação de insegurança é corroborada por estatísticas oficiais: em setembro deste ano ocorreram 34 assassinatos. O número representa 21% de casos a mais do que o registrado no mesmo período de 2019, quando 28 vidas foram tiradas de forma violenta. Os dados são da Secretaria de Segurança Pública do DF e contemplam homicídios e latrocínios. O mês de outubro só está na metade e já computa diversos episódios bárbaros.

Os mais recentes ocorreram nesse fim de semana. O corpo de Henrique Fabiano Dias Coelho foi encontrado no Setor de Indústria e Abastecimento (SIA) na madrugada de domingo (13/10/2019) e o de Tiego Cavalcante na sexta-feira (11/10/2019), em Samambaia. Os dois eram condutores de apps de corrida de passageiros.

 
 

Comentários:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Encaminhe sua mensagem, assim que possível estaremos te respondendo ;)