Madeirada News

Crime brutal! Homem é executado na frente da neta de 6 anos em Luziânia

O SISTEMA É BRUTO !

Por volta das 21h00minhr desta quinta-feira (10) um homem de 36 anos foi executado  dentro do próprio bar no Jardim Planalto, Luziânia.

A vítima foi alvejado por  dois tiros, um de revólver  calibre 38 e o outro de calibre 12.

 O crime aconteceu  na frente da esposa e da neta, uma garotinhas de 6 anos.

A vítima foi identificada como  Edione Melo de Souza, mais conhecido como Dione, segundo testemunhas ele estava sentado na mesa tomando uma cerveja junto com um rapaz quando um carro prata se aproximou e parou um pouco mais  à frente, momento em que o  rapaz que estava na mesa, se levanta e sai. Nessa hora os dois assassinos descem do carro, o primeiro tiro foi de 38 na cabeça. Não satisfeito, vem o outro é da o tiro de calibre  12 de confere.

O rosto ficou desfigurado, Um dos olhos foi parar no pé do balcão, logo depois de cometerem o crime, os dois voltam para o carro e saem em rumo ignorado.

A motivação do crime vai ser investigada pela Polícia Civil. Dione era bastante conhecido e era considerado uma boa pessoa  pelos vizinhos. Segundo a PM, ele era usuário de cocaína.

 

  • Compartilhe
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no WhatsApp

Crime brutal! Homem é executado na frente da neta de 6 anos em Luziânia

Por volta das 21h00minhr desta quinta-feira (10) um homem de 36 anos foi executado  dentro do próprio bar no Jardim Planalto, Luziânia.

A vítima foi alvejado por  dois tiros, um de revólver  calibre 38 e o outro de calibre 12.

 O crime aconteceu  na frente da esposa e da neta, uma garotinhas de 6 anos.

A vítima foi identificada como  Edione Melo de Souza, mais conhecido como Dione, segundo testemunhas ele estava sentado na mesa tomando uma cerveja junto com um rapaz quando um carro prata se aproximou e parou um pouco mais  à frente, momento em que o  rapaz que estava na mesa, se levanta e sai. Nessa hora os dois assassinos descem do carro, o primeiro tiro foi de 38 na cabeça. Não satisfeito, vem o outro é da o tiro de calibre  12 de confere.

O rosto ficou desfigurado, Um dos olhos foi parar no pé do balcão, logo depois de cometerem o crime, os dois voltam para o carro e saem em rumo ignorado.

A motivação do crime vai ser investigada pela Polícia Civil. Dione era bastante conhecido e era considerado uma boa pessoa  pelos vizinhos. Segundo a PM, ele era usuário de cocaína.

 

Publicidade