Madeirada News

MENU
Logo
Quarta, 23 de setembro de 2020
Publicidade
Publicidade

Trânsito

Cauan chora ao falar sobre dias na UTI tratando da Covid-19: 'Muito medo'

Sertanejo está se recuperando da Covid-19 em quarto de hospital em Goiânia.

383
Publicidade
Publicidade
Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Cauan Máximo, da dupla com Cleber, falou após a primeira noite fora da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em que se tratava da Covid-19, em Goiânia. Emocionado, ele disse que está bem, mas que passou momentos de muita aflição enquanto estava internado.

 

"Momentos com muito medo. Eu não sei explicar o que eu sentia, eu pensei que se eu morresse era mais vantagem, mas Deus me deu forças e eu fui melhorando", disse.

 

O depoimento foi dado em entrevista ao vivo no Encontro com Fátima Bernardes nesta terça-feira (25).

Após nove dias na UTI, Cauan já respira sem ajuda da máscara que estava usando (veja abaixo), mas continua com ajuda de aparelho de oxigênio.

"Na UTI a gente usava a máscara e um cateter de alto fluxo. Na enfermaria é esse oxigênio mais brando, bem leve. [Agora] eu consigo tomar banho, comer. O oxímetro acusa, mesmo fora do oxigênio, acusa parâmetros quase normais", disse.

O músico contou que, no início da infecção, estava evitando ir ao hospital. "Sabia que ia ficar internado. Eu não queria ir, minha saturação estava abaixo de 93, respirava fundo, tentava puxar o ar para não ir, mas não teve jeito, tive que internar", disse.

Com a evolução do quadro, ele disse que recorreu ao irmão, Fernando Máximo, que é médico e o acompanha no hospital.

 

"Eu cheguei para o meu irmão e falei: 'me ajuda, o que eu faço?'. Ali eu tinha certeza que não tinha mais saída. Me deu uma coisa muito ruim, falta de ar, não sei explicar", completou.

 

Depois dos piores momentos de medo e ansiedade, Cauan disse que começou a sentir seu corpo reagindo à doença. Aos poucos, ele estava se recuperando.

"Eu tinha déficit de atenção e ficar esse tempo na UTI, sem sair da cama, sem tomar banho, seria impossível. Mas essa força de Deus me fortaleceu e, depois desse dia, eu senti essa força dentro de mim. Eu comecei a ser outra pessoa. Eu era outra pessoa e eu comecei a melhorar, mesmo sem os exames mostrarem isso", explicou.

Cauan falou sobre tudo o que mudou por causa dessa experiência. Segundo ele, momento foi de reflexão e cura

"Deus começou a fazer uma obra na minha vida antes. Talvez um mês antes disso acontecer, eu já estava buscando um jeito de mudar o jeito com os outros. [...] Tem um vídeo que eu brinco com a doença (assista abaixo), não me cuidava muito. Meu irmão me advertia, as vezes a gente ouve, as vezes não".

 

"Deus não falou comigo, Deus gritou"

Evolução do quadro

 

Cauan foi transferido para um quarto do hospital na segunda-feira (24), após nove dias na UTI. Ele chegou a ter 70% dos pulmões comprometidos. Na gravação que divulgou nas redes sociais, o cantor mostra uma saturação considerada boa.

Os pais do músico também estão internados na unidade, com coronavírus. Cauan só soube da notícia na segunda-feira, ao deixar a UTI, e ficou preocupado com eles.

“Meus pais ainda estão internados, meu pai na UTI. Eu peço a vocês encarecidamente as orações, para unirmos nossa fé em prol da saúde do meu pai”, disse no vídeo.

Comentários:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Encaminhe sua mensagem, assim que possível estaremos te respondendo ;)