Madeirada News

Bandido baleado no hospital do Gama é morador do Pedregal em Novo Gama

Vigilantes atacados no HRG sofrem ameaça: voltarão para ‘terminar o serviço’

Ao menos dois homens ficaram feridos após tentarem roubar a arma de um vigilante que trabalha no Hospital Regional do Gama (HRG). O funcionário, que ainda não teve a identidade revelada, reagiu ao assalto e levou uma facada na mão. Nesse momento, seu companheiro de serviço também reagiu e atirou contra os criminosos. Um familiar de um dos ladrões ainda fez ameaças e disse que voltaria para terminar o serviço.

Segundo o vigilante Celso Nasário, 48 anos, a dupla é conhecida dos funcionários do hospital. Um deles mora no Pedregal (GO), mas passa o dia nas redondezas da unidade de saúde vigiando carros ou vendendo balas. “Na verdade, ele disse que faz isso, mas só perturba o nosso serviço”, dispara.

A tentativa de homicídio aconteceu por volta das 12h50. Conforme relata Nasário, os dois homens chegaram anunciando que queriam a arma do vigilante. “Na ação ele levou uma facada na mão e o outro conseguiu fazer os disparos contra os homens. Foram dois disparos que atingiram cada um deles. Um no peito e outro no braço, ao que parece”, conta.

O vigilante que foi ferido passa bem. Os dois criminosos estão no centro cirúrgico do Hospital do Gama.

A Polícia Militar está no local. A versão oficial, porém, não bate com o relato apresentado pelo vigilante. De acordo com a corporação, tratam-se de três homens que tentaram roubar a arma.

  • Compartilhe
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no WhatsApp

Bandido baleado no hospital do Gama é morador do Pedregal em Novo Gama

Ao menos dois homens ficaram feridos após tentarem roubar a arma de um vigilante que trabalha no Hospital Regional do Gama (HRG). O funcionário, que ainda não teve a identidade revelada, reagiu ao assalto e levou uma facada na mão. Nesse momento, seu companheiro de serviço também reagiu e atirou contra os criminosos. Um familiar de um dos ladrões ainda fez ameaças e disse que voltaria para terminar o serviço.

Segundo o vigilante Celso Nasário, 48 anos, a dupla é conhecida dos funcionários do hospital. Um deles mora no Pedregal (GO), mas passa o dia nas redondezas da unidade de saúde vigiando carros ou vendendo balas. “Na verdade, ele disse que faz isso, mas só perturba o nosso serviço”, dispara.

A tentativa de homicídio aconteceu por volta das 12h50. Conforme relata Nasário, os dois homens chegaram anunciando que queriam a arma do vigilante. “Na ação ele levou uma facada na mão e o outro conseguiu fazer os disparos contra os homens. Foram dois disparos que atingiram cada um deles. Um no peito e outro no braço, ao que parece”, conta.

O vigilante que foi ferido passa bem. Os dois criminosos estão no centro cirúrgico do Hospital do Gama.

A Polícia Militar está no local. A versão oficial, porém, não bate com o relato apresentado pelo vigilante. De acordo com a corporação, tratam-se de três homens que tentaram roubar a arma.

Publicidade