Madeirada News

ACUSADA DE FILMAR E ESPALHAR VÍDEO DE CRIANÇA SENDO VIOLENTADA VAI PARAR NA CADEIA DO DF

ESTUPRO COLETIVO EM SANTA MARIA DF


Foi depois de denúncias chegadas ao Conselho Tutelar de Santa Maria que a polícia civil conseguiu tirar de circulação uma mulher que participou filmando de uma violência sexual contra uma criança de 12 anos em Santa Maria.

O fato ocorreu no condomínio Porto Rico em uma residência onde 5 pessoas estavam reunidos mas a criança, em depoimento a acusada disse na delegacia que os abusos eram constantes, e que ao ser chamada para participar ela teria filmado toda agressão.

No fato a criança abusada sofreu danos mentais e corporal , ela acusada confessou ao delegado que estava na casa de uma amiga com mais 4 pessoas quando participou do crime .

Ela disse que deram droga a criança a partir daí começou os abusos, um rolo de papel filme foi enrolado no corpo da criança e depois de imobilizada os participantes pegaram um pedaço de Ferro, cabo de martelo e a enfiaram no ânus da criança segundo contou acusada.

DISSE A ACUSADA ;

"A criança chorava muito de dor neste mesmo por várias vezes, fui chamada para participar e certa vez , as pessoas que estavam nesse dia teria dito a ela que levaram a criança até um córrego no final do condomínio Porto Rico e afogaram ele, depois que a criança disse que não sabia nadar, tudo registrado em filmagens disse ela "

A criança depois de ser afogada foi levada casa onde aconteceu todo fato , atraves de foto os policiais viram que borraram a cara da crianca com maquiagem, vestiram calcinha na criança e começou a tortura.

A cusada que filmava toda situação ao som de música eletrônica compartilhou em grupos o acontecido.

Esse vídeo chegou na mão do Conselho Tutelar e através de denúncias que procurou a delegacia onde foi feito o flagrante.

Segundo o delegado Rodrigo telho , os outros participantes serão indiciados e será pedido a prisão preventiva de ambos.

Durante o flagrante a criança foi levada ao IML de Brasília onde o médico Legista constatou o rompimento no orifício rugoso da criança, o caso segue agora para a justiça acusada ficou presa em flagrante irá responder pelos crime de ; ESTUPRO COLETIVO , TRÁFICO DE DROGAS , TORTURA , EXPOSIÇÃO DE IMAGENS DO MENOR !

As investigações ainda continuam segundo delegado Rodrigo telho no intuito de capturar e prender os outros participantes!

NAS FOTOS É POSSÍVEL VER QUE A CRIANÇA ESTAVA AMORDAÇADA PARA NINGUÉM OUVIR AS AGRESSÕES!

Fonte

central da noticia

  • Compartilhe
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no WhatsApp

ACUSADA DE FILMAR E ESPALHAR VÍDEO DE CRIANÇA SENDO VIOLENTADA VAI PARAR NA CADEIA DO DF

central da noticia

Foi depois de denúncias chegadas ao Conselho Tutelar de Santa Maria que a polícia civil conseguiu tirar de circulação uma mulher que participou filmando de uma violência sexual contra uma criança de 12 anos em Santa Maria.

O fato ocorreu no condomínio Porto Rico em uma residência onde 5 pessoas estavam reunidos mas a criança, em depoimento a acusada disse na delegacia que os abusos eram constantes, e que ao ser chamada para participar ela teria filmado toda agressão.

No fato a criança abusada sofreu danos mentais e corporal , ela acusada confessou ao delegado que estava na casa de uma amiga com mais 4 pessoas quando participou do crime .

Ela disse que deram droga a criança a partir daí começou os abusos, um rolo de papel filme foi enrolado no corpo da criança e depois de imobilizada os participantes pegaram um pedaço de Ferro, cabo de martelo e a enfiaram no ânus da criança segundo contou acusada.

DISSE A ACUSADA ;

"A criança chorava muito de dor neste mesmo por várias vezes, fui chamada para participar e certa vez , as pessoas que estavam nesse dia teria dito a ela que levaram a criança até um córrego no final do condomínio Porto Rico e afogaram ele, depois que a criança disse que não sabia nadar, tudo registrado em filmagens disse ela "

A criança depois de ser afogada foi levada casa onde aconteceu todo fato , atraves de foto os policiais viram que borraram a cara da crianca com maquiagem, vestiram calcinha na criança e começou a tortura.

A cusada que filmava toda situação ao som de música eletrônica compartilhou em grupos o acontecido.

Esse vídeo chegou na mão do Conselho Tutelar e através de denúncias que procurou a delegacia onde foi feito o flagrante.

Segundo o delegado Rodrigo telho , os outros participantes serão indiciados e será pedido a prisão preventiva de ambos.

Durante o flagrante a criança foi levada ao IML de Brasília onde o médico Legista constatou o rompimento no orifício rugoso da criança, o caso segue agora para a justiça acusada ficou presa em flagrante irá responder pelos crime de ; ESTUPRO COLETIVO , TRÁFICO DE DROGAS , TORTURA , EXPOSIÇÃO DE IMAGENS DO MENOR !

As investigações ainda continuam segundo delegado Rodrigo telho no intuito de capturar e prender os outros participantes!

NAS FOTOS É POSSÍVEL VER QUE A CRIANÇA ESTAVA AMORDAÇADA PARA NINGUÉM OUVIR AS AGRESSÕES!

Publicidade